Ser associado é ter inúmeros benefícios. Associe-se e se torne um médico referenciado pela AMP.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou, nesta terça-feira (20), o último boletim epidemiológico da dengue de 2022. De acordo com o Informe de Arboviroses nº 19, o Paraná registrou 126 novos casos da doença e 2.190 notificações a mais que o divulgado anteriormente. Não há nenhum novo óbito.

Desde o início do período sazonal da doença, iniciado em 1º de agosto de 2022, o Estado soma três mortes, 2.002 casos confirmados, 6.024 em investigação e 28.279 notificações.

Dos 348 municípios com notificações, 191 tiveram casos confirmados e 167 registraram autoctonia, quando a dengue é contraída no município de residência.   

“Todos devem seguir as medidas já conhecidas, como remoção de água parada e destinação correta de resíduos. Além disso, tanto os profissionais de saúde quanto a população precisam estar atentos a sintomatologia da doença, como: febre acompanhada de dores no corpo, dores de cabeça, dor no fundo do olho, entre outros sintomas”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O mosquito Aedes aegypti também é responsável, além da dengue, pelo zika e chikungunya. Durante este período não houve registro de casos de zika e foram confirmados dois casos importados de febre chikungunya.
O Informativo da dengue voltará a ser divulgado pela Vigilância Ambiental da Sesa na primeira semana de janeiro de 2023.

Confira o boletim completo AQUI


 
Fonte: Sesa