Ser associado é ter inúmeros benefícios. Associe-se e se torne um médico referenciado pela AMP.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou, nesta terça-feira (06), o novo boletim semanal da dengue com 115 novos casos da doença no Paraná. Ao todo, agora, são 1.790 confirmações em 186 municípios, 23.990 notificações de dengue, 5.099 casos em investigação e três mortes (Foz do Iguaçu, Maripá e Rolândia) neste período epidemiológico.
“A Sesa se mantém em alerta constante com os casos e óbitos que ocorrem no Estado por conta da dengue. Nesta semana, estamos reunidos em um grande evento em Curitiba com agentes comunitários de endemias e gestores para atualizarmos ações estratégicas no Paraná”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.
A secretaria também divulgou o 6º Informe Entomológico com os dados de infestação predial. O índice é a relação expressa em porcentagem entre o número de imóveis positivos e o número de imóveis pesquisados.

No período entre 14 de outubro e 2 de dezembro deste ano, 389 municípios realizaram levantamento entomológico para Aedes aegypti, sendo que 19 encontram-se em situação de risco e 173 em alerta, considerando o índice de infestação predial.

O informe traz também a informação de que mais de 70% dos criadouros são passíveis de eliminação, como vasos de plantas, pneus e lixo, o que evidencia a necessidade de sensibilização da sociedade para o cuidado com seu domicílio e a intensificação dos serviços de limpeza urbana e destinação de resíduos. 

O Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD) define depósito como todo recipiente utilizado para finalidade específica que armazene ou possa vir a armazenar água e que esteja acessível à fêmea do mosquito, ou seja, é o local que acumula água onde a fêmea do mosquito deposita seus ovos.

Também foram confirmados dois casos importados de Chikungunya e nenhum de Zika Vírus no Paraná.

Confira o boletim completo AQUI e o 6º Informe Entomológico AQUI.
 

 
Fonte: Sesa